Visitação em Cavernas

As paisagens interiores e exteriores da gruta são únicas em termos de beleza, raridade e interesse científico. Queremos que permaneçam assim no tempo de existência e evolução que são naturais a essa paisagem. Por isso é que a visitação a cavernas deve ser feita com muita atenção.

Não há perigos, desde que sejam cumpridas as orientações repassadas. É uma experiência marcante e sem dúvida recompensadora.

Para a visitação em cavernas ser bem sucedida é necessário que sejam tomados alguns cuidados. Seguem os mais importantes:

a – Estar em boas condições de saúde, físicas e psicológicas. Não ter ingerido bebidas alcoólicas, drogas ou remédios que comprometam a coordenação motora;

b – LEVAR LANTERNA. Se possível mais do que uma, ou cargas de pilha ou bateria sobressalentes (Obs.: Lanterna de celular não é adequada);

c- LEVAR COMIDA. De preferência que já esteja preparada. Sanduíches, frutas, biscoitos e doces são os mais recomendáveis. Suficiente para passar o dia. Não mais, nem menos do que os estritamente necessário;

d– Levar uma toalha de rosto;

e – Levar ou já ir vestido com roupa velha, que possa sujar de barro, molhar ou rasgar.

f – Levar uma muda de roupa para trocar após sair da gruta. Provavelmente sairemos sujos de barro e com a roupa bem molhada. Uma blusa de moleton é recomendável, mesmo que esteja calor, só por precaução;

g – LEVAR ÁGUA;

h – Em alguns trechos da caverna, caminharemos na água que pode chegar à profundidade de 1 m.. Por conta disso, as pessoas que levarem equipamento fotográfico, já devem prever meios de proteção contra a umidade;

i – O calçado para se usar na travessia da caverna deve ser de preferência com solado antiderrapante e não conter partes de algodão. O calçado ideal é do tipo sapato de segurança, botina ou botas leves de montanhismo, e o fato de ser impermeável ou não é irrelevante. Os piores calçados para se entrar na gruta são do tipo “all star” ou calçado para jogar tênis, pois esses têm o solado muito liso;

j – Para aqueles que tiverem ferimentos sendo tratados ou que tiverem feito tatuagens nos últimos 30 dias, é recomendável que isolem bem o local do ferimento ou da tatuagem, pois o contato com a água da caverna pode causar reações adversas, devido à acidez entre outros fatores;

k – Certificar-se de que não possui claustrofobia, estar com a vacina antitetânica em dia e se caso utilize óculos ou lente de contato, não deixar de usá-lo no dia;

Esperamos formar grupos para visitação de algumas cavernas, entre elas a do Bromado, a do Campestrinho e a da Piedade. A Divulgação será feita pelo Whatsup. Deixar contato no comentários abaixo, neste blog, não no facebook, por favor.